ESPECIAL: BRANDON SANDERSON

Amado por muitos, odiado por poucos e respeitado por todos. Você pode até tentar ignorar a presença deste escritor, mas como um gigante que se levanta em suas costas em algum momento sua “sombra literária” será notada. Suas obras arrebatam uma legião de fãs calorosos por onde passa. Seu jeito é simpático e manso, mas sua caneta é feroz e implacável. Escreve para o publico juvenil ou adulto com a mesma maestria. A verdade é que se você gosta de Fantasia e ainda não leu nada do Brandon Sanderson você está realmente perdido. Não acredita? 

Seguem dez motivos para tal afirmação:

1 – Construção de Mundo (Worldbuilding)


Aqui estamos falando de um autor que não penas constrói mundos, mas universos. Seus mapas e descrições não são mera “nota de rodapé” para enfeitar o começo de uma obra. Ele consegue explorar toda a geografia, terras, fauna e flora descrevendo seu passado e apresentando sua relevância para o presente sem ser enfadonho. Tudo tem um motivo para estar lá, e ele te conduz pela mão por cada canto ou planície. Por mais devastada ou próspera a região, existem povos e raças que já habitaram na mesma. Fenótipos, particularidades, história e evolução. Se há algo para ser contado sobre seus habitantes ele irá lhe apresentar. Sua maestria está em descrever seus mundos riquíssimos em detalhes na medida certa. Servindo apenas como “pano de fundo” para a trama e seus personagens. Sem elevar ou subestimar sua importância. Você nunca fica entediado lendo suas descrições, ele não nunca “perde” duas páginas descrevendo uma “taverna”, procurando ser sempre conciso e direto no ponto certo. Ler suas obras é fazer uma “imersão sensorial” em outra realidade.

2 – Sistema de Magia 


A magia pode ser descrita por fazer acontecer o impossível. Mas não é por ser inusitada que necessita ser irracional. Aqui estamos falando de um autor que transformou o cenário. Tudo que acontece de “miraculoso” pelas mãos dos encantados personagens possuem uma explicação plausível, dentro do seu universo, assim como uma limitação. Isso “humaniza” demais seus personagens assim como aumenta o interesse do leitor, pois este sabe o que o protagonista consegue ou não fazer. Da uma sensação de realidade raramente explorada em outras obras. Sendo tão “limitada”, coesa e descritiva permite nos aprofundarmos e estudarmos cada sistema criado. A magia que sempre encantou nossos corações na literatura também encanta nossa percepção, mente e razão.

10 razões para ler Brandon Sanderson3 – Personagens 


Pode ser até fácil eventualmente construir personagens carismáticos e marcantes. Mas uma “constelação” de encantadoras personalidades relevantes para a história já é para poucos. Da protagonista que salta pelos prédios envolta em escuras brumas até o vendedor de peixe da esquina você entende e se envolve com o mesmo em suas proporções. Se alguém está lá e você sabe o nome, você se lembrará eventualmente do mesmo. A evolução do tempo sobre suas personalidades, a maturidade se abatendo antes da idade, toda a emocionalidade exposta de forma real mas delicada. Você se envolve, torce e sofre porque são extremamente tangíveis as emoções passadas ao longo da trama. Questões políticas, éticas e sociais não ficam de fora e são explorados em seus personagens. Brandon trabalha encima de nomes que ficarão para sempre em seu imaginário.

4 – Antagonistas


Segundo alguns, nos definimos pelos adversários que escolhemos. Não existe um grande herói sem um vilão a sua altura. Em suas histórias todos aqueles que se opõem aos protagonistas no progresso da trama, são igualmente trabalhados. É muito fácil gerar e propagar o mal por si só, afinal, sabemos do que nós somos capaz. Mas Sanderson não se utiliza da estrada “mais curta”. Entre o preto e branco ele sempre escolhe o cinza. Aquela zona difícil de se definir onde existe sempre uma linha tênue entre o que é certo ou errado. Seus algozes possuem um começo, meio e fim, e não poucas as vezes, nos pegamos torcendo pelos mesmos. Ele flerta com a simpatia pelo “antipático”, e conseguir fazer isso é de tirar o chapéu.

5 – Escrita


Sanderson em nenhum momento soa ser um escritor “pretensioso”. Sua escrita não tem nada que soe erudita ou rebuscada, mas está longe de ser pobre. Sua genialidade consiste em descrever de forma detalhada mundos, magias e personagens de forma profunda mas rápida. A ponto de mesmo aqueles leitores que não possuem domínio sobre a língua inglesa, e que costumam se aventurar por suas obras ainda não publicadas no Brasil, conseguem entender perfeitamente com relativo sucesso. Para Brandon a riqueza está nas emoções passadas por suas cenas e trama e não em vocábulos arcaicos utilizados. Veloz mas profunda. Larga sem ser rasa. Fantasia para se devorar.

10 razões para ler Brandon Sanderson6 – Versatilidade


Existem excelentes autores em cada “braço” da Fantasia. Mas poucos são excelentes em todos as suas vertentes. Ambientação medieval, steampunk, monstros, super-heróis, profetas, espionagem, drama e o que você puder imaginar ele consegue escrever com o mesmo grau de genialidade. Sua mente não lhe impõe limites nem ele se protege em uma zona de conforto. Está sempre explorando estilos e faixas etárias variadas. O que acaba levando uma multidão de leitores fãs de suas obras a conhecerem e transitarem por gêneros literários diferentes. Sanderson é um “explorador literário” como ninguém.

7 – Reviravoltas (Plot-Twist)


Umas das coisas que pode ser mais desmotivante em uma história é a previsibilidade. Você já presumir o que virá nas páginas seguintes. Esqueça todos os seus parâmetros quanto a isso. Brandon é capaz de te surpreender em todo o capítulo. Ao invés da habitual mesmice você fica tentando adivinhar o que sairá da cabeça deste criativo autor. E quando você suspeitar ter todas as respostas ele te apresenta novas perguntas.

8 – Velocidade


Alguns fãs do gênero de Fantasia são um pouco frustrados e traumatizados com o ritmo de escrita de alguns de seus escritores favoritos. Histórias que nunca terminam, livros que demoram “séculos” para serem publicados. Esqueça isso com Brandon Sanderson. Alguns afirmam que ele é um robô ou um alienígena pela velocidade como organiza e publica suas ideias. Sua caneta possui um ritmo alucinante e de qualidade. Um autor que é fácil amar e acompanhar porque ele está sempre satisfazendo seus fãs publicando algo. Provavelmente enquanto você está terminando de ler este artigo ele estará terminando mais um livro.

9 – Contemporaneidade 


Sim nós amamos ler clássicos. Mas você precisa conhecer o que está sendo escrito hoje. Como as histórias de Fantasia estão sendo contadas. Elementos, dilemas e linguagens que fazem mais sentido e são mais identificáveis com esta geração. É inegável que os autores modernos se inspiram e bebem na fonte dos que já se foram, mas existe um momento novo, uma ebulição de histórias e universos sendo criados neste momento que você precisa conhecer. Autores até mais novos que você por vezes que estão vendo o mesmo mundo atual através de outros olhos e derramando suas impressões. Talvez você encontre nesta geração, e Brandon é o maior expoente da mesma, o estímulo que necessita neste momento da vida para continuar a ler ou até mesmo para resolver algum problema pessoal.

10 – Relevância 


A história está sendo escrita. Não se iluda, os “clássicos” de hoje por vezes foram a leitura que chegava as massas. E Brandon Sanderson está chegando. Não queira ser o único que você conhece que ainda não se aventurou por suas obras. Até leitores que alegam não gostar muito do que ele escreve devoram seus livros, as vezes de 600 páginas, em questão de dias. Ninguém gosta de estar “por fora”, mas se você ainda não leu nada deste fenomenal autor você infelizmente está.


Afinal quem é essa “sumidade” então? Brandon Sanderson é o herói das eras, que possui a alma do imperador, aquele escritor épico que parece possuir uma legião de escritores dentro de si, que quando escreve se reveste de uma armadura mágica e tecla em seu computador revestido de brumas. Continuou sem entender? É a prova que você precisa começar AGORA a ler suas obras.

Obs. Já estava esquecendo, o box da primeira Era (O Império Final, O Poço da Ascensão e O Herói das Eras) será lançado na Comic Con Recife agora no mês de abril! Lembrando que em dezembro será lançado outro box, desta vez com os três primeiros livros da segunda Era.

Comentários