FICHA TÉCNICA

A TERRA LONGAA TERRA LONGA
Autor: Terry Pratchett e Stephen Baxter
Ano de Lançamento: 2018
Editora: Bertrand
Nº de páginas: 378


SINOPSE

De dois dos titãs da ficção científica, o sonho de qualquer fã: o calor e a humanidade de Pratchett aliados à imaginação extraordinariamente fértil de Baxter. A oficial Monica Jansson vasculha o que restou da casa de um cientista recluso misteriosamente desaparecido. Enquanto abre caminho por entre os destroços, Jansson encontra um artefato curioso: uma caixa contendo uma fiação rudimentar, uma chave de três posições e… Uma batata. É o protótipo de um Saltador, aparelho que permite viagens por entre infinitas Terras paralelas, um salto de cada vez. Mas, ao que parece, somente a Terra original conta com vida humana — as demais são incríveis variações de fauna e flora virgens, mundos sem fim com vastos recursos naturais. Anos depois, Joshua Valienté é um saltador natural, que não precisa do aparelho para transitar entre universos. Após viver boa parte da vida como um andarilhosolitário por entre as múltiplas Terras às quais tem acesso, ele é recrutado pela influente Black Corporation para uma viagem de exploração. O objetivo: seguir até os confins desses múltiplos mundos, afastando-se cada vez mais da Terra Padrão, e descobrir os segredos e surpresas que a Terra Longa reserva.


RESENHA – A TERRA LONGA

O que te prende a Terra? Se fosse possível se livrar desta realidade você acabaria optando por partir? Se eu te contar que largar a violência, crises, parentes, família e começar tudo de novo agora é possível, e com apenas um salto! Foi criado um dispositivo formado por engrenagens simples e uma batata que permite qualquer cidadão conquistar as recém descobertas inúmeras “terras paralelas”. Já pensou um planeta como o nosso inteiro e virgem para ser explorado apenas por você? Quer saber como seria? Embarque comigo nessa louca ficção científica para descobrir.

A TERRA LONGA

“O objetivo do governo é assegurar que todas as versões alternativas dos Estados Unidos sejam colonizadas por nós antes de serem invadidas por outros povos.”

Quinze anos atrás Willis Linsay criou o “Saltador” original. Uma pequena caixa composta por uma chave, fios e uma batata! Basta você girar a chave e pronto, você dará um salto para um terra “paralela”. Em questão de minutos centenas de crianças, a princípio, ao redor do globo começam a desaparecer. Primeiro os mais jovens, depois os adultos e com isso uma gigantesca parcela da população acaba deixando o que agora é conhecida como “Terra Padrão”. Milhares de humanos buscando solidão, um recomeço e riquezas. Muitos foram em busca de ouro e enriqueceram desta forma, outros, apenas em busca de comida, e a fome nunca mais foi vista da mesma forma. Houve uma mudança drástica no cenário político – econômico mundial, mas isso foi apenas o começo.

A TERRA LONGA“Atualmente, o ouro vale apenas pelo seu brilho, já que qualquer pessoa pode ter uma mina de ouro.”

Saltar por terras paralelas explorando a “Terra Longa” não é fácil. Exige sua caixa saltadora própria e um pouco da sua saúde a cada salto, mas não para Joshua Valienté. Para ele sempre foi fácil, a ponto dele não precisar de nada, nem dispositivo! Ele tem a capacidade de singrar pelas infindáveis terras paralelas e desfrutar de tudo que a natureza tem a oferecer. Mas seus dias de liberdade estão contados, um computador, mas precisamente uma mente humana reencarnada em uma máquina chamada Lobsang, quer contrata-lo. Usando de chantagem ele quer usar o expertise do maior saltador “natural” do mundo para explorar todas a Terras Longas!  Chegar onde ninguém jamais ousou e descobrir realmente se não existe vida alem da humana nestas realidades. O que começa como uma saudável exploração pode acabar se tornando um desastre quando se descobrem trolls, elfos e quem sabe alienígenas nos confins das regiões ocultas. A corrida pela exploração está para se tronar uma corrida por sobrevivência.
A TERRA LONGA

“Urbanizados, conectados, civilizados, mimados, enfeitados… e agora mergulhados na natureza selvagem. Bem-vindos de volta à realidade!”


SENTENÇA

Confesso que esperava muito dessa obra escrita por duas mãos consagradas. Terry Pratchett, da serie DiscWorld, se reune com um dos grandes nomes da ficção cientifica inglesa Stephen Baxter (As crônicas de Medusa) para entregar essa aventura que é um misto de ficção científica e fantasia. Esperava muito, e fiquei frustrado! Partindo de uma premissa bem intrigante a obra demora demais para engrenar, acaba se tornando repetitiva, com praticamente ação nenhuma e seus personagens principais não possuem carisma. Passei a obra inteira com aquela sensação de que agora algo incrível seria revelado ou a trama ia deslanchar mas não aconteceu. A parte mais legal fica no que tange a especulação do que ocorreria com a terra quando nenhum recurso fosse mais escasso e a dificuldade de se recomeçar explorando terrenos hostis e virgens por parte dos humanos do século XXI. Mas isso é apenas o pano de fundo. O livro é o primeiro de uma serie de quatro publicados e resta saber se a editora Bertrand trará toda a serie para o Brasil ou vai abandonar no meio como tem sido tão normal. Eu acho que ela (editora) tem obrigação de faze-lo, mas confesso que como leitor não fará diferença. Porque para mim de Terra Longa já bastou esse salto.

Comentários