FICHA TÉCNICA

As Mentiras de Locke LamoraAS MENTIRAS DE LOCKE LAMORA
Autor: Scott Lynch
Ano de Lançamento: 2014
Nº de páginas: 464
Editora: Arqueiro
Compre na Amazon: clique aqui


SINOPSE

O Espinho é uma figura lendária: um espadachim imbatível, um especialista em roubos vultosos, um fantasma que atravessa paredes. Metade da excêntrica cidade de Camorr acredita que ele seja um defensor dos pobres, enquanto o restante o considera apenas uma invencionice ridícula.
Franzino, azarado no amor e sem nenhuma habilidade com a espada, Locke Lamora é o homem por trás do fabuloso Espinho, cujas façanhas alcançaram uma fama indesejada. Ele de fato rouba dos ricos (de quem mais valeria a pena roubar?), mas os pobres não veem nem a cor do dinheiro conquistado com os golpes, que vai todo para os bolsos de Locke e de seus comparsas: os Nobres Vigaristas.
O único lar do astuto grupo é o submundo da antiquíssima Camorr, que começa a ser assolado por um misterioso assassino com poder de superar até mesmo o Espinho. Matando líderes de gangues, ele instaura uma guerra clandestina e ameaça mergulhar a cidade em um banho de sangue. Preso em uma armadilha sinistra, Locke e seus amigos terão sua lealdade e inteligência testadas ao máximo e precisarão lutar para sobreviver.

RESENHA – AS MENTIRAS DE LOCKE LAMORA

Dizem que a mentira tem perna curta… bom, hoje eu sei o porquê. Locke Lamora é o famoso ladrão que rouba ladrão, rouba o rico e rouba o pobre. Ele mente, engana, encena e trama o tempo todo. Nosso pequenino vigarista, é audacioso e astuto, roubar é literalmente uma arte e ao mesmo tempo sua religião, e como um nobre vigarista, dedica sua devoção ao Treze Sem Nome, o Vigia-ladrões, Guardião Torto, o Benfeitor e Pai dos Pretextos Necessários.

As Mentiras de Locke Lamora

“A única pessoa que se safa com os golpes de Locke Lamora… – É Locke Lamora…””

É complicado falar sobre a trama, pois a história é contada alternadamente sobre dois pontos: a trama principal que conta a história de Locke adulto que elabora golpes intrincados com seus amigos: os nobres vigaristas, para roubar dinheiro dos nobres (desrespeitando a “Paz secreta”) sem ninguém saber, isso mesmo! Nem o Líder de Camorr, sabe das atividades dos nobres vigaristas, nenhuma outra gangue é melhor do que eles na arte de roubar. O Grupo de ladrões presta contas A Capa Barsavi que comanda toda a máfia de Camorr, o engraçado é que eles são conhecidos como uma simples gangue do capa, que vive de roubos pequenos e insignificantes e talvez essa seja a maior mentira do grupo. Entre os capitulo o autor narra partes do passado em que os nobres vigaristas não passavam de aprendizes de Padre correntes que possui um papel de tutor na vida dos garotos, e por sua vez passa a ensina-los enganar e roubar qualquer um.

As Mentiras de Locke Lamora

“As mentiras saem, mas as verdades ficam em casa.”

Dito isso o enredo começa a se desenrolar quando um novo personagem Conhecido como Rei cinza entra em cena, trazendo uma onda de assassinatos que não deixam pista alguma, a pessoa simplesmente some do mapa. Aparentemente os planos do Rei Cinza entram em conflito com Capa Barsavi em uma verdadeira guerra no Submundo de Camorr, e no meio dessa guerra estão os nobres vigaristas que acabam tendo um papel significativo no desenrolar dessa guerra, ao mesmo tempo em que aplicam um de seus maiores golpes contra a nobreza de Camorr, despertando um grande interesse no líder do serviço secreto do duque.

Devo dizer que esse é um daqueles livros com o começo um tanto quanto lento, devido ao estilo de transição de um capitulo a outro. A alternância entre passado e presente foi um fator que me incomodou um pouco no começo. mas para o bem ou para o mal, após acostumar com o estilo de narrativa a história fica muito mais proveitosa e imersiva. Alguns personagens tem um desenvolvimento maior que outros, como Jean que ganha alguns capítulos para mostrar partes de sua jornada sob os cuidados do Padre Correntes. O quesito magia não aparece tanto, apesar de ter uma relação significativa com o desenrolar da história. Locke por sua vez é um dos melhores protagonistas que tive o prazer de conhecer, já que o autor não se preocupa em molda-lo sob um caráter digno, não mesmo, Locke é extremamente audacioso e inteligente, e está longe de ser perfeito. Por diversas vezes ele falha e se engana e quem sofre somos nós, pois nunca achei que fosse gostar tanto de um personagem tão vigarista por assim dizer. Em diversas páginas fiquei espantado com a capacidade criativa do autor criando cada golpe, um mais intricado do que o outro.

As Mentiras de Locke Lamora

“Se ele estivesse com o pescoço cortado e um galeno estivesse tentando costurá-lo, Lamora roubaria a agulha e o fio e morreria rindo. Ele… ele rouba demais.””


SENTENÇA

Com um enredo para lá de original, fugimos da rotina do protagonista bonzinho ou até mesmo do “vilão justificado”, com uma trama única e elaborada acabamos nos encontrando do outro lado da história, Locke e seus amigos aplicam o maior golpe de todos, que é fazer nos afeiçoar a cada um dos personagens e meio que acabamos sendo seus maiores cúmplices. Um livro cheio de reviravoltas, um prato cheio para quem foge dos clichês e um livro fantástico para os amantes da boa e velha fantasia.

Comentários