FICHA TÉCNICA

Máquinas MortaisMÁQUINAS MORTAIS 
Diretor: Christian Rivers
Ano de Produção: 2018
Nota Filmow: 2.9
Duração: 274
Gênero: Aventura e Ficção Científica


SINOPSE

Anos depois da “Guerra dos Sessenta Minutos”, a Terra está destruída e para sobreviver as cidades se movem em rodas gigantes, conhecidas como Cidades Tração, lutando com outras para conseguir mais recursos naturais. Quando Londres se envolve em um ataque, Tom (Robert Sheehan) é lançado para fora da cidade junto com uma fora-da-lei (Hera Hilmar) e os dois juntos precisam lutar para sobreviver e ainda enfrentar uma ameaça que coloca a vida no planeta em risco.

 


RESENHA – MÁQUINAS MORTAIS

Dizer que o filme é totalmente ruim seria uma calúnia (na hora me faltou palavras para definir, hehehehehe, pois só me vinha na cabeça “sacanagem”). Sai da sessão comparando “Máquinas Mortais” com “Warcraft”, filme que adaptou um dos games MMORP mais populares do mundo: visualmente ambos são de encher os olhos. E “Máquinas Mortais” é SENSACIONAL nessa questão! É inegável a capacidade e talento de Peter Jackson, produtor do filme, em transpor o que lemos em imagens. A melhor coisa do livro de Philip Reeve é o mundo que ele criou, e por mais que o filme tenha deixado de lado muitas localidades o que ele mostra é muito mais do que imaginamos quando estamos lendo! Peter Jackson conseguiu como em “Senhor dos Aneís”, “Hobbit” e até mesmo “King Kong” (aquela cena dos insetos e vermes atacando o grupo de caçadores me dá arrepio até hoje), nos trazer uma Londres e as demais cidades de tração cheia de cores e detalhes que você vai precisar assistir mais de uma vez para encontrar todos! Além disso a muralha de Shan Quo (acho que é isso), e o Campo de Caça são algo muito legais de se ver!

Máquinas Mortais

Devo destacar aqui também dois detalhes que também são muito legais: uma é a batalha de dirigíveis da Liga Anti-Tração (apesar de não parecerem em nada com dirigíveis) contra a Cidade-Tração de Londres: uma alusão aos ataques nazistas contra a cidade na Segunda Guerra Mundial! E a outro detalhe é o Stalker que no livro dão a impressão de serem mais parecidos com uma versão daqueles robôs dos filmes de ficção científica de 1960. No filme ele está muito mais assustador e seu visual traz a sensação de perigo!

Máquinas Mortais

Mas se visualmente falando o filme é tão bom, por que achei ele TÃO RUIM?

Simples:  como no livro, a história é muito insossa! E se no livro você já não consegue se conectar com os personagens, no filme menos ainda. O filme modifica muitas coisas em relação a trama apresentada no livro, além de cortar coisas que são o que salva na obra do autor. E por isso comparei “Máquinas Mortais” com “Warcraft”: visualmente ambos os filmes dificilmente possuem algo que vá desagradar as pessoas, mas a história e os personagens são rasos e desinteressantes. E eu não consigo acompanhar uma história somente pela parte visual: o conteúdo, a trama, os personagens precisam nos cativar, nos prender com suas histórias. E isso “Máquinas Mortais” não consegue fazer.

Máquinas Mortais

E por ter uma trama desinteressante, os atores não fazem mais que atuações burocráticas. Hugo Weaving que interpreta Thaddeus Valentine não consegue ser ameaçador com o vilão precisava ser. Suas motivações apesar de terem sentido, são muito mal trabalhadas (no livro pelo menos você entende o motivo da vilania)! Os demais personagens ou são apenas encheção de linguiça como Katherine Valenitne (Leila George D’Onofrio) e Bevis Pod (Ronan Raftery), e até mesmo Anna Fang (Jihae Kim) que no livro tem bons momentos! Além disso a protagonista da trama: Hester Shaw (Hera Hilmarsdóttir) é totalmente alterada em relação ao livro (sendo que no livro ela tem alguns detalhes que a fazem ser uma personagem mais interessante). Sua história e sua jornada em busca de vingança, como ela própria, poderiam muito bem nem estar no filme que não faria diferença nenhuma!

Enfim, não gosto de “textão”, e essa resenha já ficou bem extensa. Resumindo tudo que escrevi acima: “Máquinas Mortais” não vale o dinheiro que você vai gastar com o cinema. Espere ele sair na TV a cabo, na internet, etc.

“Máquinas Mortais” é RUIM!

 

Comentários