morro brancoProfissionalismo, comprometimento e respeito a nós, leitores. É tudo o que pedimos às editoras. Todos sabemos das dificuldades do mercado editorial. Demissões em massa e calote das livrarias são alguns dos aspectos que infligem uma urgência na atual situação. Mas eis que das cinzas surgiu a Morro Branco em 2016. Uma editora que desde o começo vem trazendo àquilo que mais estimamos, o cumprimento de sua palavra, moldada sob um marketing correto e a paixão de seus responsáveis. Já tive o prazer de conhecer uma das mentes por trás da editora, e vi o zelo e a chama que move seu trabalho.

Como uma forma de agradecimento e homenagem, decidimos indicar alguns de seus livros e o porquê que você deve acreditar que nem tudo está perdido. – Artur Moraes (editor-chefe do “Acervo do Leitor”)

TOP#3


TOP#1 – ENTRE CABRAS E OVELHAS
morro branco“Uma leitura apaixonante, onde acompanhamos a hipocrisia humana através dos olhos de duas crianças encantadoras. Segredos pérfidos se escondem em uma comunidade que transparece calmaria, mas entrega mentiras. Um livraço que merece sua atenção.”


TOP#2 – A BIBLIOTECA INVISÍVEL

morro branco

“Todos os apaixonados pela leitura desejam ter uma biblioteca enorme, guardando em suas bases grandes histórias e aventuras. Imagine que o eixo da existência se ergue sobre os livros perdidos em diferentes dimensões. Um cenário intrigante, não? Na companhia de Irene e seus companheiros vamos nos aventuras por grandes metrópoles paralelas e nos encantarmos com uma série que mistura diversos gêneros sob a trilha de uma boa investigação.”

TOP#3 – A ÚLTIMA TRAVESSIA
morro branco
“O primeiro livro de terror da editora vem com tudo! Tudo como o Stephen King, o autor sueco Mats Strandberg nos leva a uma história que nos fará velejar por uma história com muito suspense. Detalhe para a belíssima edição, algo que costumeiramente a editora arrebenta!”


morro branco“Nesses dois anos de editora eu só tenho a agradecer a existência da Morro Branco, não apenas pelo seu catálogo sensacional que já li quase inteiro, mas pela dedicação da editora Luana Botelho e sua equipe que fizeram, e fazem, acreditar que ainda é possível publicar literatura fantástica de qualidade e com uma periodicidade impressionante. A Fantasia sempre existirá no Brasil enquanto houver dedicação e seriedade como as registradas por esta empresa. Parabéns por tudo! ” – Diego Ribeiro (editor do “Acervo do Leitor”)

TOP#3


TOP#1 – A QUINTA ESTAÇÃOMorro Branco
“Um clássico instantâneo! Poucos livros abordam tantos temas de forma tão sutil e genial. Racismo, opressão, relacionamentos abusivos, conformismo, sexualidade, política, relativismo, ética, amor e ódio banhados em Fantasia. O mundo criado por N.K.Jemisin (autora) é riquíssimo e possui tantas camadas que se revelam, e a serem absorvidas, que impressiona. Com uma escrita hipnótica você pode ler apenas como um excelente livro fantástico ou com os “olhos” sensíveis à todas as informações e mensagens subliminares. Um romance encantador e atemporal que será lembrando por todas as eras.”

TOP#2 – LOVESTAR
morro branco

“Simplesmente insano! Essa premiadaobra irá explodir sua mente. Pense em todos os bons episódios da série de ficção científica/distópica BlackMirror (Netflix) e coloque todos em um liquidificador acrescentando acidez, dois dedos de humor, um raciocínio raro e eleve a décima potência! O resultado será essa perturbadora obra. Nunca o futuro pareceu tão palpável, indigesto e assombroso. Um livro para ler, refletir, se perturbar e se encantar.”


TOP#3 – A ILUSÃO DO TEMPO

morro branco

Um livro curto em suas páginas mas gigante em sua relevância. Uma fábula contada com maestria regada a pequenas doses de ficção científica. Com escrita simples, mas elegante, Andri Snaer (autor) nos presenteia com uma profunda reflexão do que devemos realmente nos importar. Fala sobre os rumos tomados por nossa sociedade consumista que visa o amanhã sem se apegar ou viver o agora. Procrastinação, superficialidade, imediatismo e o vazio que ocupa o coração dessa geração. O livro constantemente nos lembra da necessidade de se remir e aproveitar ao máximo nosso tempo. Simplesmente uma pequena obra magistral.”

Comentários