FICHA TÉCNICA

O ASCENDENTEO ASCENDENTE
Autor: Ceres Marcon
Ano de Lançamento: 2018
Nº de páginas: 285
Editora: Independente
Compre na Amazon: clique aqui


SINOPSE

“Qual lado escolher, quando o bem e o mal estão dentro de você?
Para Thomas, viver escondido nunca foi uma dificuldade. Filho do céu e do inferno, o mestiço tem dentro de si o poder dos anjos e o fogo eterno dos demônios e, por isso, passou parte de sua infância sendo caçado pelos Arcanjos. Em sua mente, vive atormentado pela lembrança da morte dos pais, nas mãos do inescrupuloso Caliel, pela posse do Speculum Animae, uma joia criada pelos arcanjos com a aprovação de Deus… Uma joia que se acreditava perdida para sempre.
Mas nada permanece escondido por muito tempo. E agora, Thomas, já adulto, deve enfrentar os fantasmas do seu passado para que o mundo em que ele vive se mantenha e que nefilins e outras criaturas sobrenaturais, continuem existindo.
Junte-se a esta jornada sombria, cheia de ação e mistérios, indicada para fãs de histórias como Constantine, Supernatural e Instrumentos Mortais. Descubra o que se esconde através do véu e fique longe desse livro se for capaz.”


RESENHA – O ASCENDENTE

É citado que no passado os Filhos de Deus viram que as filhas dos homens eram formosas e tomaram para si mulheres de todas que escolheram (Gn 6:2). Nefilins foram gerados gigantes em poder e caminharam entre nós. Mas algo mais profano ocorreu na história quando um anjo se deitou com um demônio. Deste bizarro cruzamento nasceu o mestiço  Thomas. Ele é procurado nos céus e no inferno e essa é a sua história.

O ASCENDENTE

“Em ocasiões normais, o céu não apresentava um movimento tão intenso, mas aqueles eram dias de guerra.”

Haziel é céu, poderoso querubim de Deus. Stella é inferno, poderosa neta de Lúcifer. De sua paixão que fez as nuvens chorarem nasceu Thomas, o mestiço. Parte divino, parte profano. Deus viu que isso não era certo aos seus olhos e mandou uma horda comandada pelo anjo general Caliel cuidar dessa abominação. Haziel e Stella não só eram culpados diante do Trono do Altíssimo pela sua união, como também pelo crime de furtar uma jóia poderosa, o “Speculum”, um artefato perdido capaz de mudar a balança da eterna guerra celestial. Caliel cumpre parcialmente seu papel deixando Thomas órfão aos cuidados da meretriz Jezebel.

O ASCENDENTE“Ela era um demônio poderoso. Assim como eu, fazia parte do segundo escalão de Lúcifer. Era umas das filhas de Lilith que, como você sabe, foi a primeira mulher, aquela que não aceitou se submeter às ordens do companheiro, condenada por Deus a perder cem filhos por dia por não querer voltar para junto de Adão.”

Thomas cresce dividido. Metade é amor em sua essência angelical conferida por seu pai, metade é ódio em sua essência diabólica conferida por sua mãe. Tendo o abandono pairando em sua vida, acabou sendo apadrinhado pelo padre exorcista Júlio, se tornando um soldado especial a serviço da Igreja. Sua vida se resumiu ao eterno tormento de lutar para equilibrar o temperamento alinhando suas essências, controlar a manifestação do seu poder para não chamar a atenção de Caliel que ainda busca assassina-lo, procurar e descobrir do que se trata a pedra “Speculum” e porque seus pais morreram pela mesma, alem de lidar com seu amor e desejo por uma nefilin chamada Mariana. Realmente não é fácil viver quando Deus e o Diabo disputam sua alma!

O ASCENDENTE

“O anjo ainda vivia dentro dele. As trevas não o haviam consumido como pensara e, mesmo com a traição, o anjo que o gerara ainda amava o demônio.”


SENTENÇA

Essa obra YA (jovem adulto) é um prato cheio para todos aqueles que são apaixonados por toda “mitologia” bíblica. Casta de anjos, demônios, mestiços, nefilins, bruxas alem do Pai da Mentira são citados em abundância na trama. Repleto de batalhas nos céus entre seres alados portando armaduras e espadas celestiais, capítulos curtos com uma trama e escrita direta sem floreios confere diversão garantida para seu público alvo. Infelizmente confesso estar cansado deste “universo” que já foi explorado até sua última gota na literatura e em outras formas de entretenimento. Há uma sensação de “mais do mesmo” que não me permite mais aproveitar livros envolvendo anjos e demônios da mesma forma. Mas se você não for um velho chato como eu, pode ir sem medo que Ceres (autora) não irá te decepcionar.

Comentários