FICHA TÉCNICA

A BIBLIOTECA INVISÍVEL (Volume #01)
Autora: Genevieve Cogman
Tradutor: Regiane Winarski
Ano de Lançamento: 2016
Nº de páginas: 368
Editora Morro Branco
Compre aqui: Amazon


SINOPSE

Irene é uma espiã profissional da misteriosa Biblioteca, uma obscura organização que existe fora do tempo e espaço e que coleciona livros e manuscritos de diferentes realidades. E junto com seu enigmático assistente Kai, ela é enviada para uma Londres alternativa com a missão de recuperar um perigoso livro. Mas quando eles chegam, ele já foi roubado. As principais facções do submundo londrino estão prontas para lutar até a morte para achar este mesmo livro, e tudo é imensamente dificultado pelo fato de que o mundo está infestado pelo Caos – as leis da natureza foram distorcidas para permitir a existência de criaturas sobrenaturais e mágicas imprevisíveis. Enquanto seu novo assistente guarda seus próprios segredos, Irene logo se vê envolvida em uma aventura repleta de perigo, pistas e sociedades secretas, onde a natureza da própria realidade está em perigo e falhar não é uma opção.


RESENHA – A Biblioteca Invisível

Até onde você iria para completar uma missão? Quais limites seriam ignorados para ter sucesso em sua tarefa? E se, caso esta tua empreitada correspondesse a você viajar por entre mundos de realidades alternativas, com seres místicos em teu encalço, tudo para você procurar e trazer livros à Biblioteca? Estes são alguns dos questionamentos assinalados durante a leitura.

A Biblioteca Invisível

“(…) Fato contra ficção, se preferir. “

A Biblioteca Invisível corresponde a um lugar sem espaço e tempo pré-definidos. Ela está além das barreiras impostas pelo girar dos ponteiros. Bibliotecários são “funcionários” que tem como principal função resgatar livros de mundos alternativos dentro de um cosmos aparentemente sem limites e trazê-los aos seus superiores para estudos incessantes e pesquisas intermináveis, rumo ao deleite do conhecimento e o saciar da curiosidade.

A Biblioteca Invisível“(…) As forças da lei apoiam a razão e as leis naturais e as caóticas apoiam a impossibilidade e as coisas que são escancaradamente irracionais ou desordenadas (…)”

Irene, nossa protagonista carismática e determinada, e seu pupilo, até certo ponto rebelde e intransigente, Kai, tem como missão resgatar um livro numa Londres paralela. O que aparentemente seria mais um trabalho facilmente realizado, torna-se uma barreira mediante às dificuldades encontradas pela dupla. Seres do Caos, munidos de princípios duvidosos e escrúpulos nulos serão adversários à altura das habilidades da “Linguagem” de Irene e da energia jovial de Kai. Quais segredos se escondem por baixo desta busca? Porque tantos outros buscam pelo mesmo livro? Que consequências isso acarretaria, caso o dito cujo caísse em mãos erradas?

A Biblioteca Invisível“(…) Vejo uma mulher e o assistente dela, que estão preparados para ir a extremos para obter um único livro. E, me pergunto, senhorita Winters, até onde a senhorita está disposta a ir?”

A Biblioteca Invisível é claramente um livro sobre livros para fãs de… livros! Se você, como eu e como nós é amante de uma boa obra literária, com certeza irá apreciar a leitura deste com um sabor especial. A narrativa é recheada de referências literárias. A autora soube criar um plano de fundo plausível para suas ideias. O livro possui uma leitura muito rápida e dinâmica, sem grandes descrições ou passagens enfadonhas. A todo momento algo está acontecendo. O livro possui um humor característico britânico e seus métodos investigativos coincidem com tal. Os personagens são destaques, Irene, Kai, Vale e Bradamant valem o peso do protagonismo. E a criatividade da autora, conseguiu reunir Vampiros, Lobisomens, Feéricos e outras criaturas, com um toque Steampunk de maneira espetacular.

A Biblioteca Invisível“E, por último (…) Todos nós ligados à Biblioteca somos pessoas que escolheram essa forma de vida porque amamos livros (…) Queremos livros. Amamos livros. Vivemos com livros.”

Um ponto negativo a salientar é a maneira como a autora “desprezou” o recurso espaço e tempo e as preponderâncias dos mundos paralelos. Principalmente em determinadas situações, onde este fator seria determinante e até mesmo bastante flexível a ser utilizado. Entretanto, sabendo que este, inicia uma série de 5 (cinco) livros, é bem provável que todas estas possibilidades sejam abordadas nos próximos volumes. A edição está belíssima, um trabalho fantástico da editora Morro Branco.


SENTENÇA

Com sua escrita ágil e bastante fluída, Genevieve Cogman conseguiu encantar e nos levar a conhecer mundos paralelos de impossibilidades e mistérios. Os personagens são bem delineados e suas tramas condizentes com o proposto. O final é cheio de aventura e com aquele gosto de que há muito mais por vir. Ideal para amantes de Fantasia, A Biblioteca Invisível é integrante obrigatória para seu Acervo.

Compre aqui: Amazon


Comentários