FICHA TÉCNICA

yY – O ÚLTIMO HOMEM
Autor: Brian K. Vaughan
Ano de Lançamento: 2015
Nº de páginas: 256
Editora: Panini
Compre na Amazon: Clique aqui


SINOPSE

Em 2002 a Terra mudou para sempre. Todas as criaturas com um cromossomo Y morreram instantaneamente ao redor do globo. Com a perda de mais da metade da população, a sociedade está à beira do colapso e cabe às mulheres o fardo de juntar os pedaços e tentar manter nossa civilização. Mas esse “generocídio” não foi tão completo assim. Por alguma misteriosa razão, Yorick e seu macaco de estimação foram poupados do extermínio. Do dia para a noite, esse desconhecido de vinte e poucos anos virou a pessoa mais importante do planeta e a chave para decifrar o mistério que varreu o sexo masculino do mapa. Só que para ele a pessoa mais importante do planeta é sua namorada, e ela está no outro hemisfério, na Austrália. E nada o impedirá de ir ao encontro dela. Nessa cruzada por um mundo pós-masculino, homem e macaco descobrirão quão valiosos se tornaram: um como prêmio, o outro como alvo. Y – O ÚLTIMO HOMEM, trabalho épico do roteirista Brian K. Vaughan e da artista Pia Guerra, finalmente ganha uma merecida edição de capa dura! Este volume reúne Y: The last man 1 a 10 em 256 páginas de quadrinhos. Inclui uma galeria de esboços.


RESENHA – Y – O ÚLTIMO HOMEM

O que você faria se fosse o último homem no mundo? E o que as mulheres fariam se houvesse apenas um homem restante? Essa é a premissa intrigante desta inusitada história. Ela é sobre Yorick, o último ser com cromossomo Y a andar na face da terra… ops e sobre seu macaco também!

y

Foi assim. Em uma questão de segundos todos os seres que possuíam o cromossomo Y, que define o sexo masculino na natureza, pereceram. Caíram mortos, e com eles caíram aviões e inúmeros governos. Quase todos os cargos de chefia, exércitos, transporte, fornecimento e extração de energia da Terra eram realizados por homens. Logo, se não bastasse o luto pelos maridos, filhos e irmãos que se foram, o nosso planeta caiu nas trevas…literalmente. Em meio a guerras, países fraturados e falta de alimento surgem grupos de sobreviventes de todos os tipos. Ex-presidiárias, esposas republicanas (partido americano) e até “amazonas” modernas que mutilam seus corpos. A guerra dos sexos chegou ao fim, mas não como se esperava.

y

Todos os “machos” morreram, menos Yorick e seu macaco de estimação. Filho de uma congressista democrata e amante das artes mágicas de fuga ele não está preocupado com o mundo. Sua atenção está toda voltada para o outro lado da Terra, a Austrália. Lá reside sua noiva, apesar dela nunca ter dito um “sim”. Mas sua jornada de reencontro não será tão simples. O governo americano com a ajuda de uma geneticista possuem outros planos para a sua vida, mas para isso terão que protege-lo dos desejos macabros, e por vezes assassinos, das mulheres que restaram na Terra.
y


SENTENÇA

Essa aclamada HQ de Brian K. Vaughan e Pia Guerra aborda tantos assuntos delicados quanto infinitos. Em uma cenário quase pós-apocalíptico os autores criam um laboratorio humano como quase ninguém o fez antes na nona arte. Ética, feminismo, amor e relativismo moral, para não citar outros tópicos, se destacam nesse denso drama. Pena que a arte funciona, mas deixa a desejar. Você provavelmente já deve ter ouvido falar dessa HQ, agora está na hora de realmente descobrir porque.

Comentários